Erros ao fazer bolos

Alguns anos atrás não sabia fazer um bolo.

É verdade. Não me vou por a inventar e dizer que nasci com o dom... não nasci.

A minha mãe fazia sempre bolo de mármore e era só. Hoje quase aos 60 anos e depois de eu me interessar por pastelaria, ela também acabou por entrar neste mundo doce e é normal chegar a casa dela e estar um bolito à nossa espera ou ela própria agarrada à batedeira. Doces em casa da mãe tem um sabor tão bom não é verdade?


Nestes anos aprendi muita coisa e como muita gente cometi vários erros que agora sei como os evitar. Hoje sei criar uma receita que é para mim como uma poção mágica de ingredientes misturados com amor e dedicação.


É comum por vezes receber uma mensagem ou uma chamada SOS de algum amigo com um bolo “enqueijado”, que não cozeu por dentro ou queimou.



Vamos lá perceber um pouco sobre como fazer um bolo lindo e perfeito:


Comecemos pelo forno.

Como sabem antigamente os fornos não eram ventilados. Hoje os fornos são mais avançados e até já existem os inteligentes que nos indicam se o assado ou bolo está cozido por dentro. Antigamente usávamos os fornos a gás ou electricos sem ventilação e por isso a maioria das receitas das nossas avós estão preparadas para esses fornos.

Então quando lêm numa receita de algum bolo que seja para cozer a 180 graus, lembrem-se que os 180 graus é para um forno sem ventilação. Se usarem a ventilação têm que reduzir a temperatura para 140/150 graus de modo a que o bolo não queime ou fique em forma de vulcão.

É importante ter também um termómetro de forno dado que todos os fornos não estão calibrados, há sempre uma diferençaa entre o termómetro do forno e a verdadeira temperatura. Para entenderem, uma vez liguei a 180 graus e chegou a 210. Isso faz toda a diferença quando se trata de cozer um bolo e principalmente macarons!

Ligue sempre o forno antes de começar a receita. O forno demora cerca de 15 a 20 minutos a atingir a temperatura.


A farinha.

Um grande erro que muita gente faz é mexer/bater a farinha. Ao mexermos demais a farinha o glúten irá se desenvolver e o bolo irá ficar “enqueijado”.


Por outro lado se fizermos um bolo demasiado húmido como por exemplo um bolo de cenoura, o bolo poderá também ficar “solado” se usarmos pouca farinha.


O açúcar

Ouço muitas vezes que “tiram ao açúcar” e isso é um erro. O açúcar é um ingrediente essencial em toda química de um bolo. É a cola que liga todos elementos. Se “tirarmos ao açúcar” pode correr mal.


As formas.

Outro grande erro é encher demasiado a forma. Nunca encho mais de metade e prefiro dividir a massa por 2 ou 3 formas iguais. Demora menos tempo, o bolo fica mais fofo e não cria uma crosta nas laterais do bolo. Ao enchermos demasiado as formas o centro vai demorar muito mais a cozer e as laterais irão cozer de mais... por isso muitas vezes quando retiramos do forno, o bolo afunda. Demasiada massa para uma forma pequena.


Medidas

Existem muitas receitas com medida em chávena e colher.

Muita gente usa uma chávena e talheres de casa e está errado. Existem no mercado taças ou copos medidores assim como colheres medidoras e são essas que devem ser usadas. As nossas chávenas de casa têm sempre medidas diferentes e a receita irá se alterar.


Untar formas

Eu não unto formas pois o bolo para crescer precisa de laterais para se agarrar. Simplesmente coloco uma rodela de papel vegetal no fundo da forma e quando retiro do forno passo uma faca ou espátula na lateral e ele sai perfeitamente.

Num bundt cake uso desmoldante mas apenas da marca Dubor.


Fermento

O fermento assim como bicarbonato podem perder a eficácia depois de abertos. Se não fazem bolos muitas vezes convém de vez em quando verificarem se ainda estão ativos. Basta num copo de água quente adicionarem um pouco de fermento. Se borbulhar ainda está ativo.


Já cometeram algum destes erros?

Deixem nos comentários!

1,546 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo